×

blog

08/08/2019 14:08

Coaching DESMISTIFICADO

Esses dias, assisti uma paródia. A mensagem é exagerada, o que a torna engraçada. Porém infelizmente, não foi tão longe da verdade dessa modinha atual de coaching que estamos vendo.

 

Infelizmente, a palavra em si já perdeu todo seu impacto. E inclusive, eu tamém falo abertamente sobre o que acho desse conceito no momento atual dentro do país em que me encontro: 

 

Será que pelo menos a natureza transformadora do processo ainda pode ser resgatada e aproveitada?

 

A palavra "coach" foi originalmente usada em inglês antigo (anos 1500) para significar um tipo especial de carruagem que era puxada por cavalos. Era diferente das outras carruagens, pois o “coach” era ornamentado com rica decoração e um interior luxuoso – oferecendo muito estilo e conforto em comparação com outros meios de transporte comuns, desinteressantes e meramente funcionais. Algo você nunca esqueceria, obviamente!

 

A palavra foi usada no sentido moderno de ‘treinador de esportes’ pela primeira vez nos anos 1880, referindo-se especificamente a alguém que treinou uma equipe de atletas para ganhar uma corrida de barcos. Desde então, outros usos foram inventados, incluindo coaching em soft-skills, que é o que eu faço!

 

Em todos os três casos a raiz do verbo coach é "transportar uma pessoa valorizada de onde ela está para onde ela quer estar". Vamos olhar para essa definição mais de perto.

 

Transportar: Coaching significa progressão. Não é estagnação - é dinamismo. Você não se senta e vê o coaching acontecendo com você - você participa e cresce no processo. A maior pergunta que faço quando entrevisto clientes potenciais é: Você tem um problema grande o suficiente para trabalhar? Você quer ‘ser transportado’ para longe dele?

 

Pessoa valorizada - Sim, é isso mesmo. Cada um dos meus clientes é uma pessoa valorizada - não porque eles me pagam, não. Por uma razão muito maior e melhor: porque escolhem crescer, inspirar e liderar, ao contrário de ficarem deprimidos e desistirem. E então, escolhem a investir nisso. Sim, meu amigo, THERE IS NO FREE LUNCH – “não há almoço de graça”. Pelo menos, nenhum almoço que vale a pena ser ingerido, isso é com certeza. Se isso te assusta, se você busca um ‘lugar seguro’, alguém para ‘segurar a sua mão’ enquanto você se faz de vítima, coaching não é para você. Sinto muito.

De um lugar para o outro - Precisamos de uma noção de onde nós começamos - isso é chamado de fase de avaliação. A partir daí deve haver progresso. Resultados desejáveis ??são os únicos quantificadores de sucesso em meus compromissos e os meus clientes sabem bem que eu vou trabalhar muito, usar técnicas eficazes e desafiá-los a assumir a responsabilidade até alcançar as metas definidas!

 

Porém, algumas empresas usam o coaching como um último recurso, um sinônimo de disciplina, colocando o funcionário sem potencial em “liberdade condicional” para documentar a causa da rescisão do contrato. Isso é limitado, injusto e totalmente contra o próprio sentido da palavra. Isso não é o que eu faço.

 

Eu ofereço ferramentas eficazes de desenvolvimento de liderança para os talentos de alto potencial. Isso me motiva a crescer junto com eles. Meus clientes são pessoas inspiradoras e ambiciosas, que saíram vitoriosas depois de muitas lutas, aprendendo coisas incríveis ao longo do caminho. Alguns são empreendedores com aspirações magníficas, outros estão mudando seus locais de trabalho de maneiras surpreendentes, e outros ainda estão dispostos a investir muito mais do que finanças em se tornar líderes com integridade excepcional.

 

É um absoluto prazer ser desafiada para corresponder a este nível e é incrível receber palavras de sincera gratidão quando objetivos são alcançados e os resultados são óbvios.

 

Faço coaching? Sou coach?

 

Não. Ou sim.

 

Pouco me importa a palavra. 

O que me importa é o resultado produzido para meu cliente, e isso eu garanto.

 

Quer saber mais? Leia sobre COMO ESCOLHER O SEU PROFISSIONAL.

Comentar


Outras notícias
O sonho de muitos, a realidade de poucos.

Existem pessoas que alcançam excelência em suas vidas, enquanto outras ficam reclamando de como tudo é difícil. Como viver com abundância? Como fugir da vitimização? 

Leia +
Responsabilidade X Accountability: Há Diferenças?

Será que ‘ser responsável’ é o suficiente? Eu diria que não. Por mais que a responsabilidade seja central para um bom funcionamento da sua vida, ela sozinha não é o suficiente para uma excelência nem para abundância. O que, então, é necessário?

Leia +
O Check-list de COITADISMO

Quer saber se você está infectado com a doença de coitadismo? Veja aqui!

Leia +

A nossa família online é ativa e engajada.

Eu escrevo e-mails regulares e eles colocam em prática. Quer fazer parte? Não custa nada!

×

Formulário

Você receberá o curso gratuíto em seu e-mail.